Muito prazer. eu sou a rita monte, coach para mulheres e mães em transição.

RM_frame3.png
 
 

Ou, pelo menos, esta tem sido eu.

Vou te contar uma história sobre a minha trajetória. Para cortar caminho e ir direto para o Currículo, clique aqui!

Tornar-me, como a argila toma novas formas no torno para expressar sua terra molhada, tem sido meu principal aprendizado como mulher, coach e consultora. Sempre inacabada, sempre em movimento. Flexível em minhas certezas. Mudando. E realizando minhas novas verdades. Pra mudar depois. 

Atuo como facilitadora de processos de mudança de pessoas e organizações desde 2006, e sigo compreendendo que a qualidade da minha intervenção tem relação direta com o quanto eu mesma me abro para mudar em minha vida. Só se pode ver fora o que se escavou dentro.

Desde que me tornei mãe, entendi em minha própria pele que precisava orientar meu trabalho apenas para mulheres. Reconheci em mim potenciais adormecidos, ativados pela relação mãe-filho, bem como fui pressionada por estereótipos de gênero como nunca antes. Desde 2014, priorizei minha atuação como Coach para Mulheres e Mães em Transição. "Em transição", porque o senso comum e individual sobre o que é ser mulher e ser mãe está em trânsito - e é preciso que mulheres, homens e as organizações que construímos saibamos cooperar com esta mudança cujo tempo chegou: reconhecendo-a, abrindo espaço, construindo novas referências e mudando nossas dinâmicas de relação homem-mulher em casa, no trabalho, na sociedade. É a serviço desta mudança que estou.

Tenho aprendido todos os dias com as centenas de mulheres (e algumas dezenas de homens!) que me chegam sobre como intervir em temas tão complexos como Mulheres e Maternidade, sendo eu mesma mulher e mãe em transição. E o que tenho encontrado ao trabalhar com desenvolvimento de mulheres é pura potência! O poder de se renovar por inteiro, a resiliência de cuidar do que é importante, a arte de antever situações e de solucionar problemas criativamente, a capacidade de manter um filho (ou um projeto) saudável, o prazer como poder de materialização, a visão de longo alcance para priorizar e coordenar ações em prol de um objetivo maior, o conhecimento dos ciclos e fluxos para orientar estratégias e ações. A beleza de se doar por inteiro para algo maior que si mesma. Forças e qualidades que vejo estarem disponíveis para qualquer pessoa, mas que nós, mulheres, parecemos ter maior intimidade e possibilidade de usar.

Minha trajetória empreendedora e autoral me posicionou nos momentos de grandes mudanças paradigmáticas dos últimos 15 anos: atuei fortemente no início dos movimentos de Trabalho com Propósito, Espiritualidade no Trabalho, Empreendedorismo Servidor e Novas Economias, Novos Modelos de Empresas em Rede, Inovação Social e Novos Modelos de Cooperação Público-Privado, Estratégias Corporativas baseadas em Comunicação Genuína de Marcas, empreendendo negócios nesses modelos pioneiros, formando pessoas, criando métodos e produzindo conhecimento que referenciasse essas iniciativas para o futuro - que chegou!

E acho que agora não é diferente. Estamos vivendo uma Primavera das Mulheres, uma nova volta na espiral evolutiva que está abrindo novos horizontes para mulheres e homens, a partir das mudanças da mulher na sociedade. Lideranças femininas, Empreendedorismo Materno, Mulheres na Política, Diluição das Fronteiras de Gênero: são apenas alguns dos indicadores de que algo está mudando, e intensamente.

Se mudar pode doer, se aprender algo novo pode tirar nosso chão e por em xeque tudo o que achávamos ser certo antes, o que nos leva, de tempos em tempos, a nos jogar em uma floresta escura, sem saber o que estamos buscando? O que é isso que nos faz, de uma hora para a outra, saber o que não mais queremos e não saber o que queremos, ou quem somos, agora? Que força é essa, irresistível, que nos coloca eternamente em movimento de mudança, e em direção a que ela nos impulsiona?

Essas tem sido minhas perguntas, e elas me levaram a me especializar em Fenomenologia da Mudança e Aprendizagem Social Reflexiva: tive a sorte de encontrar com Allan Kaplan no início do meu caminho, em 2006, e este encontro pautou minha abordagem para trabalhar com mudanças. Com ele e com a Psicossíntese, abordagem da Psicologia Transpessoal em que me formei para aprofundar minha prática como coach, compreendi que todo movimento de mudança é orientado: tudo que é vivo tem intenção de se mover em direção a expressar mais de si mesmo.

Essa é nossa única garantia quando aceitamos o convite inevitável de mudar. Saber que tem uma intencionalidade guiando, que nos impulsiona para uma vida mais viva, mais plena. 

Reconhecer essa intencionalidade e cooperar com ela é "a" pérola que colhi com minha experiência de vida até aqui.

E é essa sabedoria que sustenta meu trabalho como coach e consultora. 

Minha experiência em bullets: 

  • Desde 2014 orientei minha experiência para priorizar coaching para mulheres e mães em transição.
  • Desde então, já aconteceram 10 ciclos do CGM - Coaching em Grupo para Mães, programa de Coaching de Vida+Carreira para responder à pergunta: "Que mulher me tornei com a maternidade, e para onde faz sentido seguir daqui para frente?"; 3 ciclos do Pulso de Coaching Mensal, programa quadrimestral de acompanhamento das egressas do CGM e do Coaching para Mulheres.
  • Sou Coach para Mulheres integrante da equipe Lumos, ao lado de Pediatras, Psicólogos, Ginecologistas e Obstetras na Lumos Cultural, espaço para cultivar a saúde e a livre criação de novos horizontes pessoais, de convívio social e humano, com ênfase no puerpério.
  • Já ofereci mais de 8.000 horas de atendimento em Life Coaching e Mentoring para empreendedores/as de propósito.
  • Participo como especialista em Mulheres e Maternidade em matérias da grande mídia (participação no quadro "Posso Ajudar?" do programa Como Será, da Rede Globo, e no Estadão sobre Coaching para Mães)
  • Participei como palestrante em Congressos Online para falar sobre Maternidade+Trabalho e os potenciais do Feminino
  • Fui facilitadora convidada para sensibilizar fotógrafos para o tema Maternidade na cidade para a exposição Respira SP: Feminino na Cidade exposta num dos maiores centros culturais da cidade, o Conjunto Nacional
  • Cocriei e facilito Rodas Mistas entre homens e mulheres para elaborar a maternidade e paternidade juntos, para grupos e organizações, ao lado do meu parceiro de vida Victor Farat
  • Cocriei e co-facilitei o Programa Olhar Fértil de Protagonismo Feminino para jovens mulheres alunas da Escola de Direito da FGV
  • Fui participante convidada para o primeiro TEDx no Brasil, em 2009, em que pude falar da experiência de empreendedorismo de propósito.
  • Sou consultora especialista em Mulheres e Maternidade no Coletivo Lua - Empresas+Ativistas em conexão direta, uma rede de consultores ativistas e changemakers que cocriam caminhos de crescimento coerente com marcas e empresas nas causas que temos em comum
  • Sou consultora em Aprendizagem Reflexiva e novas pedagogias para a Escola de Direito da FGV-SP, atuando no novo desenho metodológico da disciplina Clínica de Direito Público dos Negócios, com o parceiro e professor da casa Fernando Marcato (2017/18) 
  • Graduei-me em 2003 em Direito (PUC-SP) e em Jornalismo (ECA-USP, 2004). Entendendo que o que me ligava a essas duas áreas era o poder de criar narrativas que impactam vidas, entre 2003 e 2013 empreendi diversas iniciativas que respondiam à pergunta que me movia: como usar esse poder para criar um mundo com sentido? 
  • As iniciativas que empreendi nesse intervalo foram minha escola, e deram corpo para novos paradigmas no campo do Trabalho com Propósito, Aprendizagem Reflexiva, Novos Modelos de Empresas em Comunidade-Rede e Inovação Social: Semente Una (incubadora de Empreendedores de Propósito); Programa de Expressão de Potenciais (formação de Empreendedores de Propósito);  Bê-a-Bá do Cidadão (co-empreendededora da ONG para Educação em Direitos); Consultoria em Comunicação Genuína (método que criei para branding e posicionamento de marcas através do encontro entre o Inspirador e o Estratégico; formei 3 turmas de consultores, e ofereci consultoria para diversos clientes, entre eles: Instituto Ecosocial, Imaflora, Projeto Cooperação, Instituto Lina Galvani, Gife, entre outros).
  • Criei, com um grupo diverso, o Movimento Novo Olhar sobre as Relações de Trabalho e diversos encontros chamados Networking Saudável, que abriram espaços de encontro entre pessoas que desejavam encontrar novos trabalhos com significado e senso de propósito maior.
  • Vi o Impact Hub nascer e fui do time de cocriadores do modelo de negócios da Hub Escola.
  • Ofereci consultoria para empresas em Inovação, Desenvolvimento de Equipes, Empreendedorismo Servidor, Construção de Relacionamento com Rede de Stakeholders, Empreendedorismo como Estratégia Corporativa, Comunicação Genuína e Engajamento para clientes como Natura, Itaú e Fundação Itaú Social, Aché Laboratórios Farmacêuticos, Grupo Cia de Talentos.  
  • Estou em formação no TeSer - Formação do Feminino (2018/19) e Conselho das Anciãs das Treze Luas, com Ivana Santos e Roberta Palma (2018/19).
  • Formação Livre de 3 anos (2013-2015) em Psicossíntese (Centro de Psicossíntese de São Paulo), Aprendizagem Social Reflexiva (Instituto Fonte Proteus Initiative) e Pesquisa Musical (com Andrea Drigo)
  • Pós-graduei-me em Direitos Humanos (FD-USP, 2007/08), Gestão da Comunicação: Política, Educação e Cultura (ECA-USP, 2008/09) e Yoga (FMU, 2006/07) 
  • Sou da comunidade global Art of Hosting, focada em desenvolver métodos e ferramentas para fomentar liderança colaborativa e inteligência coletiva
  • Formação Livre em Biopsicologia (com Susan Andrews, 2007/08)
  • Iniciação em Tantra Yoga pela Ananda Marga (2008)
 
RM_frame2.png